1 de março de 2010

Faetec: contrata 1.469 profissionais temporários


O governador Sérgio Cabral autorizou que a Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (Faetec) contrate mais 1.469 profissionais temporariamente. O contrato será de três anos, podendo ser prorrogado por mais dois. Os vencimentos iniciais são de até R$2.979,89, mais o direito à férias e às licenças maternidade e paternidade.

A maior oferta é para professor I, cuja exigência é nível médio normalista, com o total de 874 vagas, sendo 547 delas com jornada de 40 horas semanais. Para estes, a remuneração de R$1.620. Já o restante, cuja carga horária é de 20 horas, o salário é de R$810,43.

O restante das vagas são todas para nível superior. As 100 oportunidades de pedagogo oferecem vencimentos de R$1.620. Para instrutores, cuja oferta é de 430 vagas, o salário é de R$1.157,76. Para professor II, com 20 vagas, os vencimentos são de R$1.157,76. No caso das 45 oportunidades de professor instituto superior, os vencimentos variam de acordo com a titulação. Os especialistas receberão R$2.273,35, os mestres, R$2.602,76, e os doutores, R$2.979,89. O formato da seleção será definido pela Faetec nos próximos dias.

Fonte: Na luta pela Educação/Núcleo São Gonçalo

4 comentários:

  1. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. Bela iniciativa, párabéns!

    Amaro Sérgio

    ResponderExcluir
  3. Hoje fiquei sabendo que o professor de 40horas-de CIEP pode entrar na justiça pedindo equiparação de vencimento com os de professores da FAETEC professor l-40horas. È verdade? O que fazer? Obrigada.

    ResponderExcluir
  4. E como ficam os professores que foram aprovados no concurso? Se havia uma lista de aprovados qual a razao dos temporarios?

    ResponderExcluir